quinta-feira, 16 de outubro de 2008

A normalidade na expansão



A visão diferente das coisas normais

Um comentário:

Pai Jurubá disse...

Esse post nunca fez tanto sentido como agora